FLORESTAS TROPICAIS

Amazônica - Mata Atlântica

Nas florestas úmidas dos trópicos está a maior quantidade de espécies vegetais e animais. Somente a Amazônia possui um terço de todas as espécies do Planeta. Esta cobre algo em torno de 4,5 milhões de quilômetros quadrados enquanto a Mata Atlântica cobria cerca de um milhão, sem ficar atrás em biodiversidade. 


Estando no caminho dos europeus que encontraram em primeiro lugar plantas de grande valor comercial, como o pau–brasil e depois solos e clima adequados ao cultivo, a Mata Atlântica está reduzida a 7% da área original.

 

Concentra ainda as maiores cidades e grande parte da população, sendo assim o destino mais próximo das pessoas que procuram algum contato com a natureza.


Ainda não tão degradada, a Amazônia está sofrendo um processo igualmente perverso. Em nome do desenvolvimento, milhares de quilômetros quadrados são desmatados por ano. 


As Florestas Ombrófilas Densas, nome adotado para as florestas que dependem de grandes quantidades de chuvas, são na verdade um conjunto muito extenso de combinações de espécies que vão da mata de araucárias, denominada Floresta Ombrófila Mista, no Paraná até as florestas aluviais da Amazônia, que ficam inundadas parte do ano. Resumindo, são ambientes florestais que existem devido a grande umidade, às chuvas constantes e às altas temperaturas médias.

CLIQUE NOS LINKS ABAIXO PARA SABER MAIS SOBRE AS PRÁTICAS NAS FLORESTAS TROPICAIS

Realização:

Centro Excursionista Universitário 

WWF.jpg

Apoio:

CEULogo.png
  • Facebook
  • Instagram
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now