PLANEJAMENTO É FUNDAMENTAL - ZONAS COSTEIRAS

O planejamento adequado torna sua viagem divertida e confortável, leva você a alcançar seus objetivos e a ter suas expectativas correspondidas, ao mesmo tempo que minimiza os impactos aos recursos naturais, evitando situações inesperadas que podem estressá-lo, arriscar sua saúde ou até a sua vida, e causar danos ao meio ambiente.

As zonas litorâneas são as mais procuradas em períodos de férias e feriados. Nessas datas, é comum a deterioração das condições de balneabilidade das praias, principalmente devido ao excesso de dejetos humanos na água. Esse problema atinge também pequenas comunidades isoladas que nessas épocas recebem mais visitantes do que a capacidade de renovação dos ambientes. Se for possível, evite o litoral nas épocas de maior procura, ou então se dirija a locais menos frequentados, onde a possibilidade de você desfrutar do ambiente natural é bem maior. Lembre-se que mesmo aquela praia desabitada ou deserta pode ficar lotada em um feriado prolongado.

Em boa parte do litoral brasileiro o calor e o risco de insolação e desidratação são aspectos a serem levados em conta. O planejamento de sua aventura deve considerar esses riscos e preveni-los. Roupas leves e arejadas, proteção para a cabeça e para evitar queimaduras de sol, prevenção e tratamento de bolhas nos pés e disponibilidade de água doce para beber são alguns dos elementos que você não pode esquecer.

Mas, nas praias do litoral sul do Brasil, nem sempre as temperaturas estarão tão altas. Em qualquer lugar é importante estar prevenido para a chuva e a queda de temperatura. Se você pretende acampar, um isolante térmico é indispensável, mesmo no calor. Uma noite chuvosa pode se tornar um risco se você não tiver como isolar o calor que perde para o solo quando está deitado em uma barraca.

Nas caminhadas pelas praias é importante estar sempre bem informado sobre a variação das marés para não ficar isolado por uma maré alta. Em locais onde é necessário atravessar as barras de rios e lagoas o nível da maré pode se tornar um impedimento que pode retê-lo por até meio dia, ou obrigá-lo a retornar por onde veio, comprometendo seu passeio. Informe-se também sobre a época de chuvas na região que pretende visitar, pois este é o período em que a possibilidade de causar impacto é maior e também aumenta a ocorrência de insetos agressivos como mutucas, borrachudos e pernilongos.

Se você e seu grupo pretendem permanecer em um só local, ou planejam realizar uma excursão por vários dias, procure se informar sobre as condições para o pernoite. Em alguns trechos do nosso litoral é possível combinar acampamentos com pernoite em pousadas ou em casas de pescadores.

Nos locais habitados por comunidades de pescadores artesanais, nos núcleos isolados na costa ou nas pequenas localidades, aparece a oportunidade de apreciarmos os aspectos culturais e os hábitos de brasileiros que vivem de um modo diferente da grande maioria. Vivendo da pesca, da coleta de mariscos e outros frutos do mar e de pequenas roças, essas pessoas dominam técnicas e conhecimento que vão se esvaindo com o ritmo da urbanização.

Realização:

Centro Excursionista Universitário 

WWF.jpg

Apoio:

CEULogo.png
  • Facebook
  • Instagram
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now